♦ Delta e Emory na proteção ao viajante

Em evento virtual realizado em espanhol, Luciano Macagno, da Delta, e o médico Carlos del Rio, da Emory Healthcare, atualizaram os parceiros sobre o retorno das viagens e como se manter seguro conforme a vacinação avança

O diretor geral da Delta na América Latina, Caribe e sul da Flórida, Luciano Macagno, e o médico Carlos del Rio

Texto: Interamerican Network

Para os parceiros da Delta no segmento de viagens que falam espanhol, preparar-se para a volta das viagens e ajudar a educar as pessoas sobre a segurança e as exigências de viagem em rápida evolução são ações fundamentais no apoio à recuperação do setor. Para fazer sua parte, a Delta e a Emory Healthcare realizaram um evento virtual em espanhol voltado a agentes de viagens, parceiros corporativos e imprensa dos Estados Unidos, América Latina e Espanha, no qual abordaram a nova experiência de viagem, o que os clientes podem esperar disso e como voar com segurança conforme a demanda retorna.

O diretor geral da Delta na América Latina, Caribe e sul da Flórida, Luciano Macagno, e o médico Carlos del Rio, que também é conselheiro especial de doenças infecciosas da Delta e professor de Medicina da Escola de Medicina Emory, nos Estados Unidos, falaram sobre as mais de 100 medidas de proteção adotadas pela companhia sob a orientação de parceiros, como Emory, Purell e Lysol, para proporcionar aos clientes e funcionários uma experiência mais segura.

Com o aumento na demanda por viagens e os programas de vacinação se desenrolando em diferentes fases em todo o mundo, Macagno e del Rio falaram como os viajantes podem se manter protegidos, inclusive após a imunização. O médico norte-americano comparou o estado atual da pandemia com um voo que se prepara para pousar.

“Acredito que estamos iniciando nossa descida, porém, ainda há um caminho a percorrer antes de chegarmos. Quando o comandante diz ‘estamos começando a descer’, ele não está falando ‘por favor, tire o cinto de segurança, tudo está seguro, já que estamos quase lá’”, exemplificou o médico. “Ao contrário, esse momento é exatamente quando o comandante pede ‘mantenha o cinto de segurança afivelado’. Portanto, é imprescindível continuar utilizando nossa máscara facial e praticando todas as medidas de saúde e segurança para uma aterrissagem tranquila. E isso depende de todos usarem máscara, manter uma distância segura e fazer tudo o que for necessário para permanecer protegido, incluindo vacinar-se”.

Macagno também compartilhou detalhes da retomada do cronograma de voos da Delta e como a companhia está se recuperando nas regiões da América Latina e do Caribe. “Estou muito feliz de dizer que estamos no caminho da recuperação, com cerca de 4 mil partidas diárias em todo o mundo e operando para 200 destinos nos Estados Unidos e 50 no mundo”.

O executivo da Delta recomendou aos parceiros e clientes que verifiquem os requisitos de viagem em constante evolução durante o processo de organização para embarcar por meio do novo Centro de Planejamento de Viagem da Delta, ferramenta disponível no site delta.com, no qual eles podem conferir um mapa interativo, recursos de teste e muito mais.

As informações em português também estão aqui. E, para ficar a par de todas as novidades da Delta, clique aqui.

Publicado por

Paulo Mancha

Jornalista especializado em turismo, foi editor chefe da Revista Viajar pelo Mundo e repórter das revistas Terra e Próxima Viagem. Desde 2003, fez mais de 50 reportagens internacionais e, em 2012 e 2014, foi agraciado com o Prêmio de Melhor Reportagem da Comissão Europeia de Turismo. Comentarista esportivo do canal ESPN, Paulo decidiu unir neste blog as duas paixões: viagens e esportes.