♦ Israel aberto aos turistas

A partir de 23 de maio, Israel começará a permitir que grupos de pessoas que já foram vacinadas entrem no país

Texto: Ministério do Turismo de Israel

A Ministra do Turismo Orit Farkash-Hacohen e o Ministro da Saúde Yuli Edelstein concordaram em uma estrutura para a abertura de Israel para grupos vacinados de turistas estrangeiros. A partir de 23 de maio de 2021, Israel abrirá suas portas para estrangeiros depois de mais de um ano. Na primeira etapa, os grupos serão admitidos segundo diretrizes a serem divulgadas pelos Ministérios.

Os acordos foram alcançados após o trabalho da força-tarefa criada pelos Ministérios, incluindo a Chefe de Saúde Pública Sharon Alroey-Preis, Ph.D., e o Comissário do COVID, Professor Nachman Ash, além de profissionais do Ministério do Turismo.

De acordo com a proposta, um número limitado de grupos começará a chegar no dia 23 de maio. O número será aumentado em função da situação de saúde e do andamento do programa. Os viajantes individuais terão permissão para entrar em Israel no segundo estágio, com considerações de saúde determinando o cronograma.

Todos os visitantes serão submetidos a um teste PCR antes de embarcar no vôo para Israel, e um teste sorológico para comprovar a vacinação, na chegada ao Aeroporto Ben Gurion. Nesse ínterim, continuarão as discussões com diversos países para chegar a acordos de validação do certificado de vacina, de forma a cancelar a necessidade do teste sorológico.

Um esboço detalhado será lançado nos próximos dias.

Ministro da Saúde, Yuli Edelstein: “Israel é o primeiro país vacinado, e os cidadãos de Israel são os primeiros a  desfrutar deste resultado. Depois de abrir a economia, é hora de permitir o turismo de forma cuidadosa e calculada. Abrir o turismo é importante para um dos segmentos mais prejudicados durante o último ano devido ao coronavírus. Continuaremos a olhar para flexibilizar as regulamentações de acordo com a situação de saúde.”

Ministra do Turismo, Orit Farkash-Hacohen: “Tenho o prazer de dar este primeiro passo importante para a indústria do turismo. É hora de que a vantagem única de Israel como país seguro e saudável comece a ajudá-lo a se recuperar da crise econômica, e não servir apenas às economias de outros países. Apenas abrir os céus para o turismo internacional irá realmente reviver a indústria do turismo, incluindo restaurantes, hotéis, locais, guias turísticos, ônibus e outros que procuram trabalhar e sustentar suas famílias. Eu continuarei a trabalhar para o abertura total do turismo a Israel, o que ajudará muito a economia israelense e criará locais de trabalho para muitos israelenses. “

Publicado por

Paulo Mancha

Jornalista especializado em turismo, foi editor chefe da Revista Viajar pelo Mundo e repórter das revistas Terra e Próxima Viagem. Desde 2003, fez mais de 50 reportagens internacionais e, em 2012 e 2014, foi agraciado com o Prêmio de Melhor Reportagem da Comissão Europeia de Turismo. Comentarista esportivo do canal ESPN, Paulo decidiu unir neste blog as duas paixões: viagens e esportes.