♦ Reabertura das Ilhas Virgens Britânicas

Com exigência de 3 testes PCR e 4 dias de quarentena, o arquipélago preza segurança máxima na reabertura de suas fronteiras, que ocorre a partir de 1º de dezembro

Texto: Makata Latam

O governo das Ilhas Virgens Britânicas anuncia a reabertura de suas fronteiras aéreas para visitantes estrangeiros a partir de 1º de dezembro de 2020, e, em 8 dezembro, também o terminal marítimo de barcos, em Roadtown, Tortola.

O anúncio se alinha ao lançamento da campanha #BVILove, na mensagem de que o arquipélago, formado por mais de 60 ilhas, tem protocolos de biossegurança estabelecidos para a retomada das operações e serviços turísticos.

Os procedimentos de entrada são mandatórios no aeroporto e terminal marítimo:

  • Apresentar teste negativo de Covid-19.

Apresentar registro no bvigateaway.bviaaa.com (preenchido em até 48 horas antes do embarque).

Apresentar seguro de viagem que inclui cobertura COVID-19.

  • Submeter-se a teste PCR, e se negativo, os visitantes seguirão para quarentena de apenas 4 dias, monitorada por aplicativo via celular –  cada hóspede mantendo-se em seu destino escolhido, sejam eles hotéis, vilas, charters, entre outros.
  • Submeter-se a novo teste PCR no 4º dia em território, e se negativo, a permanência então é livre.

Exceções: crianças menores de 5 anos não são exigidos testes.

Custos: US$ 175 por visitante, que cobrem os dois testes PCR realizados em território.

O Departamento de Saúde e do Meio Ambiente tem em vigência programa de treinamento online de protocolos de biossegurança para todo o setor privado e à população. Todas as empresas turísticas estão certificadas com o “sêlo dourado”.

O premiê do destino, o senhor Andrew A. Fahie, disse estar otimista com o retorno dos turistas no país. “Como se trata de um arquipélago, os riscos são altos, uma vez que as contaminações podem se espalhar rapidamente. Por tal razão que reabriremos o nosso território da forma mais segura possível, guiados na ciência e na tecnologia.”

COMO CHEGAR:

O mesmo teste PCR negativo de Covid-19 – obrigatório na entrada nas Ilhas Virgens – poderá também ser usado nos principais destinos de conexões:

– Via San Juan, Porto Rico (SJU).

Covid-19:  preencher Formulário de Declaração de Viagem via portal online (aqui) do Departamento de Saúde de Porto Rico. Teste PCR COVID-19 com resultado negativo, não mais do que 72 horas antes.

– Via St Marteen (SXM).

Covid-19: teste PCR negativo até 120 horas antes do embarque, preencher formulario e apresentar resultado do teste original no aeroporto. https://stmaartenehas.com/application-form/

Sobre as Ilhas Virgens Britânicas: um território ultramarino do Reino Unido, também chamadas de BVIs (British Virgin Islands) são um arquipélago de 60 ilhas e ilhotas, considerado ideal para visitar por meio da navegação – pelas excelentes condições climática e marítima, de águas calmas e bons ventos. Considerado o melhor “island hopping” do Caribe, navegar de ilha em ilha oferecerá sempre uma diversidade de paisagens em uma única de viagem. Os hotéis do destino são também fabulosos e distribuídos em diferentes ilhas. Ainda pouco explorado pelo viajante brasileiro, o destino é indicado para quem deseja escapar do turismo massivo e para famílias (viagens multigeracionais), casais em lua de mel, aventureiros, mergulhadores e turismo de incentivo. Apesar da influência inglesa, a moeda oficial é o Dólar Americano, e a cultura predominante caribenha se nota na música, no sabor da gastronomia e alegria dos virginianos. Não é necessário visto, a não ser que a conexão seja nos EUA ou Puerto Rico.

@IslasVirgenesBr

https://www.bvitourism.com/

Publicado por

Paulo Mancha

Jornalista especializado em turismo, foi editor chefe da Revista Viajar pelo Mundo e repórter das revistas Terra e Próxima Viagem. Desde 2003, fez mais de 40 reportagens internacionais e, em 2012 e 2014, foi agraciado com o Prêmio de Melhor Reportagem da Comissão Europeia de Turismo. Comentarista esportivo do canal ESPN, Paulo decidiu unir neste blog as duas paixões: viagens e esportes.