♦ Eventos esportivos em Nova York

Your image description goes hereTênis, beisebol, futebol, futebol americano, hóquei, basquete… O cenário esportivo da metrópole é especialmente dinâmico em setembro

Your image description goes here
O US Open deverá levar mais de 700 mil fãs ao Queens entre 26 de agosto e 8 de setembro

Texto: Interamerican Network

A NYC & Company, organização oficial de promoção turística de Nova York, relacionou alguns dos eventos esportivos que os visitantes e os moradores poderão aproveitar de agosto a novembro em vários distritos da cidade. Do US Open à NYC Marathon, passando pelas disputas dos times locais de beisebol, futebol, futebol americano, hóquei e basquete, o cenário esportivo da metrópole é especialmente dinâmico durante esse período, servindo como um estímulo para os fãs explorarem os ‘tesouros’ escondidos em todas as áreas ao redor.

“O fim do verão e o outono em Nova York trazem uma oportunidade única para turistas, que podem aproveitar a capital esportiva do mundo”, afirma o CEO e presidente da NYC & Company, Fred Dixon. “Diversos times estarão em competição enquanto grandes eventos acontecem nos cinco distritos. Esse período do ano oferece experiências inesquecíveis e acesso fácil para alguns dos mais autênticos bairros e atrações de Nova York.”
Veja abaixo uma lista com as principais atividades esportivas, incluindo o que os respectivos bairros podem oferecer ao público. O cronograma está organizado do fim de agosto ao começo de novembro. Confira:

US Open – Tênis
Na última semana de agosto, o evento esportivo anual com maior frequência mundial retorna ao USTA Billie Jean King National Tennis Center: o US Open Tennis Championships toma conta do Queens. Astros como Novak Djokovic, Serena Williams, Roger Federer, Sloane Stephens e Rafael Nadal competirão na edição 2019 desse evento, diante de 700 mil fãs, de 26 de agosto a 8 de setembro. Os fãs podem comparecer ao US Open Fan Week, de 19 a 25 de agosto, onde terão a oportunidade de acompanhar treinos abertos com celebridades do tênis, além de outros eventos, como o Queens Day e o Arthur Ashe Kids’ Day.
Quando estiverem no Flushing Meadows Corona Park, os visitantes ainda poderão desfrutar de atrações multidisciplinares, como New York Hall of ScienceQueens Botanical GardenQueens MuseumQueens Night Market e Louis Armstrong House Museum, além de uma imensa área de parque, onde está localizado o icônico Unisphere.

Major League Baseball
O Yankee Stadium e o Citi Field vão atrair milhares de pessoas para assistir dois times locais, que irão competir do final do verão até meados do outono. O Yankees vai disputar seu último jogo da temporada regular no Bronx, no dia 22 de setembro, e continuará competindo, sendo o favorito a vencer o World Series. No Queens, o Mets – liderado por uma sensação estreante, o campeão Pete Alonso – joga sua última partida em casa no dia 29 de setembro.
O público que for ao South Bronx para ver o Yankees pode conhecer o berço do hip hop com uma ajuda do Hush Hip Hop Tours, além de aproveitar a vibrante arte urbana e diversas performances no The Grand Concourse.
No Mott Haven, vale a pena ainda descobrir cafeterias artesanais, como Bronx BreweryMottley Kitchen e muito mais. No ‘Flushing and Corona’ (Queens), diversas opções de culinária latina (mexicana e cubana) e asiática (chinesa, japonesa e coreana) podem ser exploradas nos bairros ao redor do estádio do Mets. Para a sobremesa, o Lemon Ice King of Corona e o Taipan Bakery são dois favoritos locais.

Major League Soccer – Futebol
No quesito futebol, o NYCFC desenvolveu uma ampla base de fãs “roucos” no Yankee Stadium, graças a um promissor começo de temporada. Do outro lado do rio Hudson, o New York Red Bulls também é um dos principais times na Major League Soccer, levando em consideração que sua partida final “em casa” ocorre em 6 de outubro.
No Grand Concourse – via importante em South Bronx -, o público pode ter uma imersão cultural ao visitar o Bronx Museum of the Arts e o Bronx Documentary Center, ambos com entrada grátis e localizados a uma breve caminhada do Yankee Stadium. Antes de partir rumo à Red Bull Arena, os fãs poderão ter uma vista incrível no World Trade Center Oculus, através do One World Observatory, podendo ainda fazer compras ou comer algo no Brookfield Place e no Westfield World Trade Center ou visitar o 9/11 Memorial & Museum.

National Football League – Futebol Americano
Se o assunto for futebol americano, o Jets e o Giants – ambos nova-iorquinos – animam o público com seus astros jovens que jogarão suas primeiras partidas de 2019 em 8 e 15 de setembro, respectivamente. O capitão do Jets, Sam Darnold, e o corredor do Giants, Saquon Barkley, lideram equipes cheias de energia, fazendo com que os espectadores tenham certeza do quão animado será o outono. Os dois times jogam no MetLife Stadium em East Rutherford (New Jersey), a 12 quilômetros de Nova York.
Antes de partir da região de Midtown Manhattan rumo ao estádio (utilizando o meio de transporte público mais conveniente), o visitante ainda pode explorar a região que foi “reinventada” com atividades para turistas de todas as idades e interesses. Novas atrações na área incluem o National Geographic Encounter: Ocean Odyssey, o Spyscape e o Gulliver’s Gate. Vale mencionar que há um grande número de hotéis na área, dos novos aos clássicos, ideais para passar a noite ou mesmo tomar um drinque antes ou depois do jogo.

National Hockey League – Hóquei
New York Rangers e o Islanders estão proporcionando momentos de otimismo aos fãs de hóquei em Manhattan, Brooklyn e outras regiões. O Madison Square Garden vai estar a todo vapor quando o Rangers retornar no dia 3 de outubro com alguns de seus principais jogadores para o NHL – National Hockey League. O Barclays Center dará boas-vindas (de novo) ao Islanders no dia 6 de outubro, depois de uma final animadora na temporada passada.
Na região de Midtown Manhattan, o público poderá caminhar umas quadras até o  Hudson Yards, onde estão localizadas atrações como o Vessellojas e restaurantesThe Shed e o trecho final do High Line. Do outro lado do East River, em Downtown Brooklyn, o Brooklyn Promenade e o Prospect Park são bons espaços para uma caminhada antes ou depois das partidas.

National Basketball Association – Basquete
No fim de outubro, dois dos principais times da NBA começarão suas temporadas de 2019 com todos os cinco distritos de Nova York bem atentos às jogadas. Recém-saído de uma grande final, o Nets dá as boas-vindas à região do Brooklyn a grandes astros da modalidade, como Kyrie Irving e Kevin Durant, criando assim um dos mais animados times de basquete. Enquanto isso, o  Knicks vai certamente agitar o Madison Square Garden com uma equipe repleta de atletas jovens e cheios de energia.
Para quem procura atrações pré ou pós-jogos na região de Downtown Brooklyn, espaços como Brooklyn MuseumBrooklyn Academy of MusicBrooklyn Botanic Garden e Grand Army Plazamerecem ser explorados justamente por ficarem a poucos passos do Barclays Center. Já em Midtown Manhattan, os fãs podem ir ao MoMA, que conta com cerca de 3.700 metros quadrados distribuídos entre galeria de arte, uma coleção expandida de arte interdisciplinar e uma coleção pré-existente.

Essa maratona vai atrair corredores e amantes do esporte de todos os cantos do mundo para os cinco distritos nova-iorquinos no dia 3 de novembro. O icônico tour, percorrido no ano passado por mais de 53 mil atletas e assistido por milhões de pessoas, tem largada em Staten Island e segue rumo os demais distritos, encerrando no Central Park (Upper West Side, em Manhattan).
Os corredores podem dar um pulo no novo Empire Outlets, com diversos itens esportivos de marcas como Nike e Columbia, que fica perto do local de partida, em St. George (Staten Island). Para quem estiver próximo à linha de chegada, há diversas atrações culturais na região de Upper West Side, a exemplo do American Museum of Natural History, do New-York Historical Society e do Lincoln Center.

Para mais informações sobre as atrações esportivas de Nova York, acesse: NYCGo.com/Sports

Publicado por

Paulo Mancha

Jornalista especializado em turismo, foi editor chefe da Revista Viajar pelo Mundo e repórter das revistas Terra e Próxima Viagem. Desde 2003, fez mais de 40 reportagens internacionais e, em 2012 e 2014, foi agraciado com o Prêmio de Melhor Reportagem da Comissão Europeia de Turismo. Comentarista esportivo do canal ESPN, Paulo decidiu unir neste blog as duas paixões: viagens e esportes.