♦ Roteiro de verão em Park City (EUA)

Conheça um itinerário de 48 horas com muito esporte na natureza e atividades ao ar livre. A famosa estação de esqui tem emoção de sobra também nos dias quentes

Texto: A.D. Comunicação

Park City prova que sua porção radical não descansa quando esqui e snowboard saem de cena. A cidade americana — famosa como destino de esportes de neve devido às suas duas estações, Deer Valley e Park City Mountain — renova quem tem sede por adrenalina com caminhadas e esportes aquáticos em áreas preservadas e até voos de balão. A região está localizada a apenas 35 minutos do aeroporto de Salt Lake City, capital do Estado de Utah, de onde chegam voos de diferentes partes dos Estados Unidos, como Atlanta, Nova York, Dallas e Houston.


1º Dia 

No primeiro dia, a aventura começa cedo no Deer Valley Plaza Lake, onde o viajante terá aulas de stand up paddle e surfe oferecidas pela Park City SUP. Também é possível praticar os esportes na Represa de Jordanelle, que fica a aproximadamente dez minutos de carro do centro da cidade. De lá, pode-se seguir para o Park City Mountain para dar uma volta na Alpine Coaster, uma montanha-russa em meio as montanhas.

Para quem viaja com crianças, uma opção é visitar o Parque Olímpico de Utah, com atividades como circuitos de arvorismo, tirolesas, tubing e passeios cênicos de meios de elevação. A melhor maneira de curtir todas as experiências é adquirindo o Gold Day Pass.

Livre do calor, volte à cidade de Park City para desfrutar da boa comida e das atrações da Main Street, a famosa rua principal, onde tudo acontece. Marque um jantar com a família ou amigos no restaurante Riverhorse, que conta com um lindo pátio externo, e aproveite para assistir ao pôr do sol em seu deck superior com vista para as montanhas.


2º Dia

O segundo dia começa bem cedo para garantir o melhor da paisagem no voo de balão. É a chance para descobrir a região do alto, ver a vida selvagem de um ângulo privilegiado e encantar-se com a cadeia montanhosa do Wasatch Mountain State Park. À tarde, alugue uma bicicleta elétrica para passear com facilidade pelas trilhas de Park City até chegar ao Silly Sunday Market, tradicional mercado que ocupa a Main Street aos domingos, durante o verão, oferecendo arte, música, artesanato e produtos gourmet fabricados localmente aos visitantes.

Termine o dia com um piquenique no gramado do anfiteatro do Snow Park Lodge, localizado dentro de Deer Valley, onde acontecem concertos musicais, incluindo performances de artistas mundialmente conhecidos, como Jason Mraz.


Após conhecer Park City

Guarde fôlego porque tem mais a ser visto quando for seguir viagem. Depois de explorar as atrações de Park City é só escolher se quer se aventurar rumo ao norte ou ao sul: a cidade no Estado de Utah está entre diversos parques nacionais americanos, distantes entre quatro e cinco horas de carro.

Descendo o mapa, o Arches National Park foi assim batizado por reunir inacreditáveis 2.000 arcos em pedra natural. O tom avermelhado das rochas e a paisagem desértica também são características de Canyonlands, parque nacional cujo território foi todo esculpido pelo Rio Colorado e seus afluentes.

Ao Norte, a exuberante cordilheira do Grand Teton National Park resguarda cerca de 300 quilômetros de trilhas e lagos cristalinos. E não muito distante dali, uma rica fauna e o fenômeno raro dos gêiseres dão ao Yellowstone National Park fama internacional, tendo servido de inspiração para o fictício Parque Jellystone, lar do personagem de desenho animado Zé Colmeia.


Sobre a cidade

Park City, em Utah, é um dos destinos montanhosos mais acessíveis dos Estados Unidos, localizado a apenas 35 minutos do Aeroporto Internacional de Salt Lake City. Há mais de 100 opções de hospedagem para todos os gostos e bolsos, duas estações de esqui – Park City Mountain e Deer Valley –, cerca de 640 km de trilhas públicas e dezenas de restaurantes e lojas, além de outlets. A cidade também é palco do tradicional festival de cinema independente Sundance.

Mais informações sobre Park City em www.visitparkcity.com.

Publicado por

Paulo Mancha

Jornalista especializado em turismo, foi editor chefe da Revista Viajar pelo Mundo e repórter das revistas Terra e Próxima Viagem. Desde 2003, fez mais de 40 reportagens internacionais e, em 2012 e 2014, foi agraciado com o Prêmio de Melhor Reportagem da Comissão Europeia de Turismo. Comentarista esportivo do canal ESPN, Paulo decidiu unir neste blog as duas paixões: viagens e esportes.